Atentado do 11 de Setembro fez Disney alterar cena de Lilo & Stitch; entenda

  Os atentados do 11 de setembro, que marcaram a queda das Torres Gêmeas do World Trade Center em Nova York em 2001, influenciou na produção de filmes e documentários sobre um dos maiores ataques terroristas da história. O que muitos fãs não sabem é que a tragédia obrigou a Disney a fazer alterações em uma das sequências finais da animação Lilo & Stitch (2002).


A cena em questão mostrava os personagens Stitch, Zumba, Nani e Pleakley fugindo em uma nave especial de um ataque do vilão Cobra Bubbles. Com o transporte danificado, eles são obrigados a fazer manobras entre as montanhas do Havaí para evitar uma colisão.

Na sequência original, Zumba controlava um avião, não uma nave, e Pleakley aparecia em um dos assentos falando ao telefone. Ao sofrer o ataque do vilão, eles começam a sobrevoar uma cidade e desviam de vários prédios ao invés de montanhas.

Em setembro de 2001, a animação estava praticamente finalizada, faltando pouquíssimos detalhes para o seu lançamento no ano seguinte. Com os atentados, o estúdio do Mickey viu a necessidade de fazer as alterações para não ter qualquer comparação com a tragédia ocorrida nos Estados Unidos.

Ao comparar as duas sequências, fica claro que a história não sofreu alteração. O ambiente em que estavam os personagens foi completamente modificado e algumas cenas foram cortadas da versão final do longa.

Lilo & Stitch estreou nos cinemas em junho de 2002 e foi indicado ao Oscar de melhor animação no ano seguinte. Uma versão live-action do filme está atualmente em produção pela Disney, mas ainda não tem previsão para chegar aos cinemas.

A trama do filme, situada no Havaí, conta a história de Lilo, uma garotinha criada pela irmã mais velha e com poucos amigos. Para suprir sua solidão, ela resolve adotar um animalzinho de estimação e acaba conhecendo o estranho Stitch. Ela não sabe que se trata de uma criatura diabólica vinda do espaço.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem