Estratégia dos streamings coloca cinema tradicional em risco; entenda

Com o fechamento das salas no último ano, os estúdios cinematográficos adiaram os lançamentos ou disponibilizaram as produções direto em seus serviços de streaming, com diferentes estratégias. Após um período com uma cobrança adicional no digital, a Disney decidiu que seus filmes entrarão no catálogo do Disney+ cerca de 45 dias após a estreia nos cinemas. HBO Max também tem essa estratégia, porém com um prazo menor, 35 dias. 


"A tendência é que o consumidor não veja mais qualquer filme no cinema, pois ele tem no streaming, na casa dele, esse mesmo acesso. Se é um filme normal, as pessoas vão preferir assistir no conforto de casa e será mais barato do que ir ao cinema. O comportamento vai mudar! As pessoas irão aos cinemas em grandes produções, naqueles filmes imperdíveis e nos quais terão uma experiência diferente"

Com o fechamento das salas no último ano, os estúdios cinematográficos adiaram os lançamentos ou disponibilizaram as produções direto em seus serviços de streaming, com diferentes estratégias. Após um período com uma cobrança adicional no digital, a Disney decidiu que seus filmes entrarão no catálogo do Disney+ cerca de 45 dias após a estreia nos cinemas. HBO Max também tem essa estratégia, porém com um prazo menor, 35 dias. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem